9 Dicas para deixar a sua vitrine mais atraente!

A criação de vitrines que melhor exponham os produtos é um fator crucial na hora de atrair os clientes e aumentar as vendas. Afinal, as pessoas estão constantemente sendo bombardeadas com estímulos visuais e sonoros.

É através da vitrine o cliente cria a primeira impressão de uma marca, por isso, o proprietário deve incluir em seu planejamento ações para montar uma exposição mais atraente.

Além do mais, ao conseguir conquistar o cliente, fazendo com que ele entre na sua empresa, fica muito mais fácil efetivar a venda.

Confira as dicas que separamos para você!

1. Coloque-se no lugar do consumidor

Saia da sua loja, caminhe em direção a ela e se pergunte se a forma com que sua vitrine está montada hoje chamaria sua atenção se você não a conhecesse.

Olhe ao redor e preste atenção nos olhares das pessoas. Em que direção elas olham quando estão na frente da loja?  É neste ponto que você deve caprichar na exposição dos produtos.

É fundamental conhecer bem seu público-alvo. Somente assim será possível elaborar um painel compatível com o interesse dele.

2. Fuja do lugar-comum

Quantas lojas são decoradas com Papai Noel no Natal? Uma vitrine atraente é aquela que foge do óbvio. O espaço que a sua loja tem na percepção e na mente das pessoas é dividido com inúmeras outras, por isso, não o desperdice.

Seja criativo para se diferenciar dos demais lojistas. O consumidor vai perceber. E  isso vai deixar a sua empresa um passo à frente da concorrência.

3. Aposte em decorações temáticas

Saiba se diferenciar. Esse raciocínio é útil, principalmente, quando o assunto é “decorações temáticas”.

No Dia dos Namorados, por exemplo, claro que é uma boa ideia montar uma vitrine especial, mas isso não significa que você deve encher a loja de corações.

Pense em outras formas de realizar uma decoração temática, despertando a atenção do consumidor. Com certeza, isso garantirá pontos extras.

4. Invista em um ambiente clean

Um ambiente onde tudo está organizado e o espaço é usado corretamente, com os produtos em display de forma harmônica é muito mais agradável de se olhar. Leve em consideração o tamanho das peças e, claro, as cores.

Tenha em mente que, em alguns casos, menos é mais.

5. Tome cuidado com exageros

Se quer despertar a atenção do seu público, elabore estratégias que sejam atrativas, e, ao mesmo tempo, elegantes. Vitrines muito poluídas, com excesso de produtos ou adereços, tendem a passar a imagem de uma loja desorganizada.

Um ambiente sobrecarregado não é convidativo. Não deixe parecer que tudo foi simplesmente amontoado na vitrine, sem um devido planejamento.

6. Jogue com as cores

Capriche no contraste dos produtos com o “pano de fundo” da vitrine. Por exemplo, se você está expondo uma coleção de roupas de verão com estampas coloridas, use um fundo liso, sem desenhos. Ao mesmo tempo que o conceito é retratado, você não está ofuscando os produtos.

Surpreenda seu público-alvo com elementos espalhados pela vitrine. Um exemplo? Ao expor uma coleção de joias femininas, coloque uma pilha de livros e revistas sobre o assunto em algum dos cantos da vitrine.

Na verdade, não existe regra.  O importante é saber explorar as possibilidades, criando um ambiente envolvente.

7. Capriche na iluminação

Antes mesmo de montar a vitrine da loja, analise como a iluminação pode harmonizar com os produtos e com o visual que você vai expor.

Pense nos pontos para os quais quer chamar a atenção do cliente e direcione as luzes para lá. Faça testes para que as sombras não ofusquem sua vitrine.

 

8. Ofereça experiências multissensoriais

Olfato, paladar, visão, tato e audição: todos os sentidos devem ser levados em consideração quando o assunto é proporcionar uma experiência única para o cliente, começando pela própria vitrine.

Então, de nada adianta criar uma vitrine que chama a atenção apenas visualmente. O ideal, nesse contexto, é elaborar alternativas diferenciadas, que agucem todos os sentidos.

Por isso, vale à pena pensar desde a trilha sonora até mesmo o cheiro do ambiente. Afinal, tudo isso interfere na experiência do cliente.

9. Mantenha um cronograma de troca de vitrine

Defina um período estimado para que uma temática e um grupo de produtos seja exposto. Pode ser uma semana, uma quinzena ou um mês.

Claro que isso não significa que você deve alterar o cenário a todo instante — até porque é praticamente inviável fazer modificações diárias. Só não deixe de renovar, com frequência, a decoração.

A ideia é que você sempre apresente propostas inusitadas e capriche, ao ponto de as pessoas pensarem: “deixa eu passar lá para ver a vitrine da loja”.

Atualmente, como está a sua vitrine? Conta pra gente!

 

No Comments
Leave a Comment: