Lari ou Lara, como preferir

lari-pb-2

Larissa, 29 anos, casada, designer de formação e em constante mutação. A única certeza que tenho na vida é de que nunca vou querer ter certeza de tudo que tenho nela.  As dúvidas e os questionamentos são a maior motivação da inquietude dos pensamentos, o que nos mantém sempre alertas e em constante transformação.

 

Comecei trabalhando com produção de moda, trabalhei em showrooms de grandes marcas, mas onde me encontrei foi no marketing comercial, área em que trabalho há cerca de 6 anos. Apesar do varejo encantar mais em seus pontos de contato com consumidor é no e-commerce que costumo consumir.  A praticidade e, em geral, a eficiência desse canal tem me ganhado nos últimos anos, fazendo com que as vitrines virassem referências e não o contrário.

 

O fato do EMODA levar a moda de maneira democrática, rápida, low-cost e bem informada para qualquer lugar do país é o que mais me fascina, o que hoje está nas vitrines, desfiles e blogs, amanhã pode estar na multimarca do outro lado do país. Isso é moda real, moda acessível para o consumidor no momento em que ele está sendo despertado para o consumo, “real-time”,  ao alcance de suas mãos e não mais depois de meses que a tendência já invadiu os grandes centros. O EMODA não só pega carona como embarca fundo na revolução das redes sociais onde tudo é efêmero.

la

 

Definir meu estilo é como definir meu humor: imprevisível. Ok, há um limite por onde ambos tendem a variar que não vão muito além do previsível então apesar do mood ser bem variável, não vão além do básico, girlie, moderno, folk, étnico, clássico e para os dias mais rebeldes, rock!

 

Gosto muito de descobrir lugares novos, minhas notas do Iphone estão abarrotadas com dicas de lugares legais para visitar, ouvir boa música e comer. Boa música, aliás, é algo muito relativo para mim, basta ser boa para me agradar! Gosto de música de qualidade sem me apegar a um gênero especificamente mas gosto bastante de música brasileira em geral.

 

la1

 

Minha vida sempre foi feita de sonhos, acredito que são eles que nos motivam a acordar todos os dias para talvez deitar um passo mais próximo dele e com certeza o meu hoje, é este que estou vivendo: o projeto EMODA. Estar envolvida em um time que está pronto para mudar o mercado e sem medo de serem vistos como loucos me gera tanta admiração e entusiamos que o projeto ganhou  meu coração desde o princípio.

No Comments
Leave a Comment: